top of page

Portais de Hércules: o mirante extraordinário da Serra dos Órgãos

Atualizado: 12 de jan.


Mirante Portais de Hércules

Você provavelmente já viu foto desse paraíso, sendo uma das paisagens mais fabulosas do montanhismo brasileiro. Esse lugar de tirar o fôlego faz parte do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, entre os municípios de Guapimirim e Petrópolis. O PARNASO é um dos melhores lugares do país para a prática de esportes de montanha e escalada, e protege uma área importante da Mata Atlântica na região serrana do RJ.


Dentre as montanhas extraordinárias localizadas dentro do parque, temos Portais de Hércules não como um pico, mas como um mirante incontestavelmente privilegiado que oferece uma vista única do Big Four, quatro grandes montanhas da serra: o Dedo de Deus, Dedo de Nossa Senhora, Cabeça de Peixe e Escalavrado; e também de outras montanhas como São Pedro, Pedra do Garrafão, São João, Cavalo Branco e Coroa dos Frades.


Nome dos picos visto pelo Portais de Hércules
Nomenclatura dos picos visto pelo Portais de Hércules
 

O que você vai encontrar neste post?


 

Por que Portais de Hércules tem esse nome?


O nome foi dado porque através do mirante, observando com atenção, você percebe um rosto esculpido nas rochas. Esse rosto lembra o famoso semi-deus da mitologia grega, Hércules.


Como chegar no mirante Portais de Hércules?

Essa vista fantástica do Portais de Hércules pode ser visualizada, basicamente, através de três formas diferentes a partir da entrada da sede do PARNASO em Petrópolis, no vale do Bonfim:


Opção 1: Travessia Petro x Terê

Durante a Travessia Petrópolis x Teresópolis, onde você pode fazer um desvio na descida do Morro do Marco para conhecer o mirante, geralmente no segundo dia, no estilo ataque, consumindo cerca de 3h entre deslocamento de ida, apreciação e retorno, totalizando 2,5km de trilha (ida e volta) a partir do desvio.


Opção 2: Morro do Açu

Pelo Morro do Açu, onde você pode ir com o intuito de fazer a trilha do Açu e do Portais. Subindo em um dia, montando acampamento e no dia seguinte fazendo a trilha até Portais de Hércules, podendo inclusive assistir o amanhecer. Essa opção é a melhor forma de aproveitar o mirante e se você tiver muita energia pode ir no primeiro e no segundo dia inclusive, sendo 5,2km de trilha (ida e volta) a partir do Castelo do Açu.


Opção 3: Bate e Volta

Bate e volta de um dia diretamente para Portais de Hércules, ou seja, sem acampamento. Com apenas uma mochila de ataque e um bom ritmo de caminhada rápido, você consegue finalizar a trilha com sucesso e segurança. O caminho é o mesmo, mas com essa opção é mais difícil conseguir aproveitar a região do Castelo do Açu, sendo 20,6km de trilha (ida e volta), cerca de 7h a 9h de percurso, variando conforme o ritmo e paradas.