top of page

Big Four - Cabeça de Peixe: O cume ao lado do Dedo de Deus

Atualizado: 22 de dez. de 2023


Cabeça de Peixe Big Four

A Cabeça de Peixe pertence ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO) e é localizado em Guapimirim. Fica bem ao lado do Dedo de Deus e sua trilha segue pela crista do Dedo, fazendo parte também do Big Four, uma escarpa de quatro picos da Serra (Escalavrado, Dedo de Nossa Senhora, Dedo de Deus, Cabeça de Peixe). É um cume muito desejado pelos montanhistas, sendo o mais alto dos quatro. Eu diria que a Cabeça de Peixe é tão desafiadora quanto o Dedo (claro, de formas distintas) e tão divertida quanto.

Cabeça de Peixe possui 1.680m de altitude e pode ser acessado através de uma caminhada pesada e escalada. Ela tem apenas 323 m de distância do Dedo de Deus e é aproximadamente 20m mais alta que ele.

⚠ Lembre-se que antes de fazer a trilha é necessário dar entrada no PARNASO e assinar o tempo de risco/responsabilidade e ao finalizar a trilha, é preciso passar novamente na portaria para dar baixa (dizer que está tudo okay).


Resumo Cabeça de Peixe

* Os dados sobre "Dificuldade Média" são baseados no documento oficial da FERMEJ (Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro), clique aqui e saiba mais sobre a Metodologia de Classificação de Trilhas.

 

O que você vai encontrar neste post?


 

Qual a melhor época para subir a Cabeça de Peixe?


A melhor época é durante a Temporada de Montanha que vai de abril a setembro, isso porque tendemos a ter dias mais secos (sem chuvas e raios) e abertos, tornando mais segura a conquista. Não é impeditivo ir fora dessa época desde que consiga uma boa janela de tempo.




Como é a trilha para a Cabeça de Peixe na Serra dos Órgãos?


A conquista desse ocorreu pela primeira vez em 1931, pelo CEB (Centro Excursionista Brasileiro), na época em que o montanhismo brasileiro ainda estava se consolidando.



A trilha para a Cabeça de Peixe começa intensa e permanece assim até o fim. É uma subida íngreme constante alternando entre escalaminhadas, escaladas e caminhadas pesadas. Existem trechos com alta exposição, porém na maioria dos casos, é possível utilizar uma corda para diminuir os riscos (proteções naturais, grampos e chapeletas).


Após aproximadamente 50min de caminhada, ocorre o início da via ferrata de grau fácil de dificuldade. São degraus fincados na rocha que precisamos seguir (como se fosse uma escada) e já é recomendado colocar os equipamentos de segurança, pois a partir desse momento os desafios só irão aumentar. Após os trechos de escalaminhadas, passamos por um lajedo de pedra que lembra muito alguns trechos do Escalavrado.



Após o lajedo, chegamos ao mirante onde é possível ver nosso fabuloso Dedo de Deus bem ao lado. Ao chegar aqui, não se assuste, pode parecer que falta muito a percorrer, porém os trechos ficam mais íngremes e começam as escaladas, por esse motivo a diferença altimétrica ainda está alta. Depois desse trecho, se prepare para encarar a primeira chaminé, totalizando umas 2h30min de aventura.