top of page

Roteiro completo de 6 dias em Cusco

Atualizado: 4 de fev.


O que fazer no Canadá em 7 dias? Roteiro completo em Banff (Rocky Mountains)

Cusco é uma cidade localizada na região dos Andes do Peru, situada a uma altitude de aproximadamente 3.400 metros acima do nível do mar. Ela é famosa por sua rica herança histórica, sendo a antiga capital do Império Inca. Além disso, Cusco é o ponto de partida para muitas aventuras nas montanhas da região, incluindo a icônica subida da Montanha Machu Picchu, as explorações no Vale Sagrado dos Incas, a trilha da Montanha Colorida e emocionantes city tours que permitem aos viajantes explorar a cultura, a história e as belezas naturais dos Andes peruanos.


Vou compartilhar com você um roteiro completo de 6 dias para aproveitar ao máximo essa região deslumbrante, lembre-se de adicionar dias de descanso quando achar necessário. Mas antes de descobrir esse roteiro incrível, clique aqui e encontre tudo que precisa saber antes de viajar e planejar sua viagem para o Peru. Lá também será possível encontrar um roteiro completo para um mochilão cruzando o Peru de ônibus com principais paradas em: Puno, Cusco, Lima, Huaraz, Paracas e Huacachina.


⚠ Ah! E lembre-se sempre de estar preparado e aclimatado, seguir as precauções de segurança e procurar saber como está a trilha durante a época do ano que está indo. Equipamentos e vestimentas irão variar de acordo a época, assim como o estado das trilhas (aproveita os cupons de desconto em roupas e equipamentos de trilha!)

 

O que você vai encontrar neste post?


› Dia 1: Como chegar em Cusco ?

› Qual a melhor época para visitar?

› Onde se hospedar?

› Como funciona o boleto turístico em Cusco?

Dia 3: City Tour por conta

Dia 4: Montanha Colorida

Dia 5: Vale Sagrado + Ida Águas Calientes

Dia 6: Montanha Machu Pichu + Cidadela

 

Dia 1: Como chegar em Cusco


Para chegar a Cusco, a maneira mais comum e econômica é por via aérea, a partir de Lima ou via terrestre a partir de Puno..


De Lima para Cusco: Avião:


A forma mais rápida de chegar a Cusco a partir de Lima é de avião. O Aeroporto Internacional Jorge Chávez, em Lima, oferece voos frequentes para o Aeroporto Internacional Alejandro Velasco Astete, em Cusco. A duração do voo é de aproximadamente 1 hora. É a opção mais conveniente para quem quer economizar tempo, porém o valor é em torno de 250 soles.


De Puno para Cusco: Ônibus:


A viagem de ônibus de Puno para Cusco é uma opção conveniente. Diversas empresas de ônibus oferecem serviços regulares entre as duas cidades, e a viagem geralmente leva cerca de 6 a 8 horas, dependendo das paradas e do itinerário da empresa escolhida. As passagens são em torno de 50 soles. É uma ótima maneira de apreciar as paisagens durante o trajeto.



Qual a melhor época para visitar Cusco?


A melhor época para visitar Cuscogeralmente é durante a estação seca, que ocorre de maio a setembro. Este período é conhecido como a temporada de montanha em Cusco ocorre no mesmo período da nossa no Brasil e oferece condições ideais para explorar as montanhas e trilhas.



Onde se hospedar em Cusco no Peru?


Cusco, uma cidade encantadora no Peru, é conhecida por sua atmosfera histórica e sua população relativamente pequena, com cerca de 100.000 habitantes em média. O coração da cidade é o centro histórico de Cusco, onde você encontrará uma grande variedade de hostels, restaurantes, lojas e agências de turismo. Optar por ficar no centro oferece a conveniência de acesso a comodidades urbanas, como mercados locais, instituições bancárias e opções de entretenimento. Existem várias opções de hospedagem acessíveis que podem atender aos viajantes com orçamento mais restrito, permitindo que você desfrute das belezas e da cultura de Cusco de maneira econômica.


1. Hostels:

Huaraz tem algumas opções de hostels que são conhecidos por oferecer acomodações acessíveis e um ambiente sociável. Você pode encontrar quartos privativos em hostels.


2. Couchsurfing:

Se você está buscando uma opção gratuita e deseja conhecer moradores locais, o Couchsurfing pode ser uma alternativa interessante. O site/app Couchsurfing permite que você encontre anfitriões dispostos a receber viajantes em suas casas gratuitamente.


3. Pousadas:

Existem também pousadas e guesthouses em Huaraz, que geralmente oferecem quartos privados ou compartilhados a preços acessíveis.


⚠ Não se esqueça de fazer seu seguro viagem.



Como funciona o Boleto Turístico em Cusco?



O Boleto Turístico de Cusco é um documento essencial para os viajantes que desejam explorar as riquezas culturais e arqueológicas da região de Cusco, no Peru. Este boleto, disponível em duas modalidades, o Integral e o Parcial, oferece acesso a várias atrações turísticas, museus e sítios arqueológicos, tornando-se a chave para desvendar o passado e a cultura desta área impressionante.


Boleto Turístico Integral:


O Boleto Turístico Integral proporciona acesso a uma ampla gama de atrações em Cusco e arredores. É válido por 10 dias a partir da data da compra, o que permite aos visitantes explorar esses locais icônicos a seu próprio ritmo. O preço do boleto varia dependendo da nacionalidade do visitante, sendo 130 soles para estrangeiros.

As principais atrações incluídas são: Saqsaywaman, Ollantaytambo, Pisac, Piquillacta, Tipón, Moray, Chinchero, Museu de Arte Contemporâneo, Museu Regional de Cusco, Museu Histórico Regional, Museu de Arte Popular, Museu do Sítio de Qorikancha, Centro Qosqo de Arte Nativo, Monumento Pachacutec, Centro de Exposições e Convenções de Qoricancha e Centro de Exposições da Universidade Nacional de San Antonio Abad do Cusco.


Boleto Turístico Parcial:


Além do Boleto Integral, é possível adquirir bilhetes parciais para explorar grupos específicos de atrações. Os bilhetes parciais são válidos por 2 dias, permitindo que os visitantes explorem os locais incluídos em cada circuito dentro desse período. Os preços variam de acordo com a nacionalidade e o circuito escolhido, sendo 70 soles para estrangeiros. Existem três circuitos parciais disponíveis:


  • Circuito I (Boleto Parcial): Sacsayhuaman, Qenqo, Tambomachay e PukaPukara

  • Circuito II (Boleto Parcial): Museu Histórico Regional, Museu de Arte Contemporâneo,Museu de Arte Popular, Museu de Sítio de Qorikancha, Centro Qosqo de Arte Nativo, Monumento ao Inca Pachacutec, Parque arqueológico de Tipó e Parque arqueológico de Pikillacta

  • Circuito III (Boleto Parcial): Pisac, Ollantaytambo, Chinchero e Moray

Para adquirir os boletos, os visitantes podem fazê-lo pessoalmente na Associação de Agências de Viagem de Cusco (AATC) ou no primeiro ponto do circuito sendo aceito apenas dinheiro em espécie.



Dia 2: City Tour


Esse roteiro é uma base para quem vai viajar (foi o que eu fiz), entretanto por ser uma região de altitude é muito importante você se atentar a aclimatação, principalmente, se não estiver vindo de um lugar de altitude e/ou nunca esteve. Além disso, recomendo deixar mais flexível, pois caso seu corpo precise de um descanso maior, você ainda poderá ter a chance de realizar as atividades que deseja.



O City Tour em Cusco é uma excursão que leva os visitantes a várias atrações históricas e culturais da cidade e de seus arredores. Durante esse passeio, você explorará os seguintes pontos de interesse, cada um com sua própria história e significado:


  1. Saqsaywaman (Sacsayhuamán): Localizado a uma altitude de aproximadamente 3.700 metros acima do nível do mar, Saqsaywaman é uma impressionante fortaleza inca composta por enormes pedras encaixadas com precisão. O local é conhecido por sua arquitetura impressionante e pelas festividades de Inti Raymi realizadas ali. É uma das principais atrações de Cusco e oferece vistas panorâmicas da cidade.

  2. Qenqo: Situado a uma altitude similar à de Saqsaywaman, Qenqo é um complexo arqueológico que inclui estruturas de pedra esculpidas, canais de água e um anfiteatro. É um local de importância histórica e cerimonial.

  3. Qosqo e Ritual Xamânico: Qosqo (ou Cusco) é o coração da cidade e está localizado a aproximadamente 3.400 metros acima do nível do mar. Durante o passeio, você terá a oportunidade de explorar o centro histórico de Cusco e aprender sobre sua herança cultural e arquitetura colonial. Além disso, você pode participar de um ritual xamânico para experimentar a espiritualidade andina.

  4. Tambomachay: Este sítio arqueológico, situado a cerca de 3.700 metros de altitude, é conhecido por seus banhos e fontes de água. Era um local de importância cerimonial para os incas, relacionado à água e à purificação.

  5. Pukapukara: A uma altitude semelhante à de Tambomachay, Pukapukara é um complexo de fortificações incas que inclui muros, terraços e sistemas de aquedutos. Sua função exata na época inca ainda é objeto de estudo e especulação.


Resumindo, o City Tour em Cusco é uma experiência rica em história e cultura, que permite aos visitantes explorar esses locais emblemáticos, variando de 3.400 a 3.700 metros acima do nível do mar, e mergulhar na herança inca e colonial da cidade. Cada parada oferece uma perspectiva única sobre o passado e a espiritualidade andina. Todas as paradas estão inclusas no ingresso do Boleto Turístico e o custo do tour é de cerca de 30 soles por pessoa.



Dia 3: City Tour


Recomendo mais um dia de aclimatação caso esteja sentindo necessidade e nesse dia poderá explorar Cusco por conta própria e inclusive fechar os passeios dos próximos dias. Explorar Cusco por conta própria é uma forma fascinante de conhecer essa cidade rica em história, cultura e beleza natural. O Dia do City Tour é uma oportunidade para mergulhar nas ruas pitorescas, praças e atrações da cidade a um ritmo pessoal, tudo isso enquanto mantém o orçamento em cheque, já que todas as paradas são gratuitas.



  1. Plaza das Armas: A Plaza das Armas é o coração de Cusco e um local imperdível. Rodeada por construções coloniais impressionantes e uma atmosfera vibrante, é um lugar perfeito para observar as pessoas e aprender sobre a história da cidade.

  2. Museu Contemporâneo: Comece o dia explorando o Museu Contemporâneo, que oferece uma visão única da arte e cultura contemporânea do Peru. A entrada é utilizando o Boleto Turístico, o que o torna um ótimo ponto de partida para sua jornada.

  3. Mirante San Blás: Suba a colina até o bairro de San Blás, conhecido por suas ruas de paralelepípedos e atmosfera boêmia. O Mirante San Blás oferece vistas deslumbrantes da cidade e é um ótimo local para tirar fotos panorâmicas.

  4. Aqueduto Sapantiana: A história remonta aos séculos XVII e XVIII, quando foi construído pela Ordem dos Jesuítas sobre o Rio P'ujru. O aqueduto apresenta quatro níveis de arcos em uma parede de pedra, com degraus pelos quais a água fluía.

  5. Mirante San Cristóbal: Você pode desfrutar de vistas espetaculares de Cusco e dos picos andinos circundantes. É um local perfeito para assistir ao pôr do sol e refletir sobre sua exploração da cidade.

  6. Mercado San Pedro: Visite o Mercado San Pedro para experimentar a rica culinária peruana. Você encontrará uma variedade de barracas que oferecem pratos tradicionais, sucos frescos e lembranças locais. Além disso, é o ponto central de compra de artesanatos e todas iguarias de Cusco como chocolate, café, medicinas naturais e muito mais.



Dia 4: Montanha Colorida


A Montanha Colorida, também conhecida como Vinicunca, é uma das atrações naturais mais icônicas do Peru e uma das montanhas mais impressionantes dos Andes. Localizada na região de Cusco, essa maravilha geológica deve sua aparência única à presença de minerais e sedimentos que criam uma paleta de cores vibrantes, incluindo vermelho, verde, amarelo e azul. Os visitantes têm a oportunidade de fazer uma trilha até o topo da Montanha Colorida, onde são recompensados com vistas espetaculares e a oportunidade de testemunhar essa maravilha natural em toda a sua glória.



A Montanha Colorida é um destino imperdível para os amantes da natureza, entretanto ultimamente ela vem ficando muito movimentada (como podem ver no vídeo). Recomendo ver a possibilidade de ir em outra Montanha Colorida ou verificar como está a movimentação na época da visita. Mais detalhes da trilha podem ser vistos no vídeo a seguir:



  • Destaque: Nevado Ausangate - 6.372m

  • Valor de Acesso: 25 soles

  • Distância ida: 2km

  • Tempo de caminhada ida: 2h

  • Altitude ~ mínima e máxima: 4.000m e 5.200m

  • Tour: 90 soles caminhando ou acréscimo de 60 soles subida a cavalo ou 180 soles de quadrimoto (incluso café da manhã e almoço)

  • Localização: clique aqui para ver no mapa



Dia 5: Vale Sagrado + Ida Águas Calientes


O tour do Vale Sagrado é uma experiência imperdível para os visitantes de Cusco, Peru, que desejam explorar alguns dos locais arqueológicos e culturais mais significativos da região. O passeio começa com uma introdução informativa e, em seguida, leva os viajantes a várias paradas importantes. Geralmente o custo começa em 90 soles por pessoa estando incluso o almoço.



  • Chinchero (Altitude: 3.762 metros): Chinchero é um encantador vilarejo andino onde os visitantes podem explorar uma igreja colonial e sítios arqueológicos incas.

  • Mujeres Andinas (Mulheres Andinas): apresentam técnicas de tecelagem tradicionais, mostrando a habilidade e criatividade das comunidades locais na produção de têxteis.

  • Moray (Altitude: 3.500 metros): Moray é um sítio arqueológico fascinante composto por terraços circulares que eram usados pelos incas para fins agrícolas e experimentos em microclimas. Os terraços descem em direção ao centro e fornecem uma visão única das habilidades agrícolas avançadas dos incas.

  • Salineras de Maras (Altitude: 3.380 metros): As Salineras de Maras são um sistema de salinização que remonta à época pré-incaica. É uma paisagem única de centenas de piscinas de sal incrustadas nas encostas das montanhas. Os locais ainda hoje produzem sal da mesma forma que seus antepassados. Adicional de 10 soles para entrada.

  • Ollantaytambo (Altitude: 2.792 metros): Ollantaytambo é uma cidade com uma rica herança inca e colonial. Os visitantes podem explorar o complexo arqueológico de Ollantaytambo, que inclui terraços, templos e edifícios bem preservados. Além disso, a cidade serviu como uma fortaleza inca durante a resistência contra os conquistadores espanhóis. Esta foi minha última parada, pois daqui segui para Águas Calientes para ter um custo menor.

  • Pisac (Altitude: 2.972 metros): É famoso por seu mercado de artesanato e sítios arqueológicos, que incluem terraços agrícolas e ruínas incas bem preservadas.

Mais informações no vídeo a seguir:




Dia 6: Montanha Machu Pichu + Cidadela


Machu Picchu, situada nas impressionantes montanhas dos Andes peruanos, é um dos destinos arqueológicos mais icônicos do mundo. Esta antiga cidade inca, construída no século XV no topo de uma montanha, é famosa por suas vistas deslumbrantes e arquitetura impressionante. Localizada a cerca de 2.430 metros acima do nível do mar, Machu Picchu é uma maravilha do mundo e um testemunho do conhecimento avançado dos incas em engenharia e construção. Além da visita tradicional, existe a possibilidade de subir a Montanha Machu Pichu (eu fiz) e a Huayna Pichu (não é possível fazer no mesmo dia ambas).


Mais informações sobre Machu Pichu incluindo diferença de Circuitos disponíveis, formas de chegar a Machu Pichu e até Águas Calientes e custos, você pode encontrar aqui.







0 comentário

Comments


Quem escreve?

Fernanda Diva sorrindo sobre uma montanha de nevada

Fernanda Diva

Design sem nome (18).png

Sou montanhista, viajante, cientista, escoteira, nômade digital, criadora de conteúdo outdoor & fundadora da SOUL AVENTUREIRA. Falo aqui sobre trekking, camping, escalada, montanhas, cachoeiras, praias e muita informação sobre o universo outdoor. 
Acompanhe minhas aventuras
@soul.aventureira!

Aproveite os descontos!

Curso Vivências Outdoor

G0384793_1597165029915(1)_edited.jpg

Fique por dentro!

Seja avisado sobre novas aventuras! Prometo que você só vai receber conteúdo que vale a pena!

Obrigado(a) pela inscrição! Faça parte também da Comunidade Aventureira: clique aqui!

Informações, Equipos e Técnicas