top of page

São Bento de Sapucaí: Roteiro de 2 dias com trilhas em São Paulo


Descubra São Bento do Sapucaí, uma cidade encantadora no interior de São Paulo. Com sua atmosfera acolhedora e belas paisagens montanhosas, é o destino perfeito para amantes da natureza. A Pedra do Baú, famosa entre escaladores, destaca-se na região. Explore trilhas, cachoeiras e aproveite vistas panorâmicas. Além disso, a cidade oferece uma rica cultura local, com festivais e uma gastronomia deliciosa. Uma experiência única aguarda os visitantes!


O Complexo do Baú é uma grande formação de rochas (chamadas gnáissicas) de 360 m de altura, 540 m de comprimento, com encostas de até 180 m de altura. Ele é formando por três montanhas: as Pedras do Baú, do Bauzinho e da Ana Chata.

 

O que você vai encontrar neste post?


Dia 1: Pedra da Ana Chata e Bauzinho

Dia 2: Pedra do Baú

 

Como chegar em São Bento de Sapucaí?

Chegar em São Bento do Sapucaí é fácil, e há diversas opções de transporte, dependendo da sua localização. Se estiver vindo de São Paulo, a forma mais comum é pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116) até a cidade de Guaratinguetá. A partir de Guaratinguetá, siga pela Rodovia SP-62 até chegar a São Bento do Sapucaí.


Outra opção é utilizar o transporte público, como ônibus. Há linhas de ônibus que conectam São Paulo a São Bento do Sapucaí, geralmente saindo do Terminal Rodoviário do Tietê. Verifique os horários disponíveis com as empresas de transporte.


Se estiver vindo de outras regiões, como Minas Gerais ou Rio de Janeiro, consulte as melhores rotas rodoviárias disponíveis. Lembre-se sempre de verificar as condições das estradas antes da viagem e, se possível, utilize um aplicativo de navegação para orientação durante o percurso.



Qual a melhor época para ir? A melhor época é durante a Temporada de Montanha que vai de abril a setembro, isso porque tendemos a ter dias mais secos (sem chuvas e raios) e abertos, tornando mais segura a conquista. Não é impeditivo ir fora dessa época desde que consiga uma boa janela de tempo.

 

Dia 1: Pedra da Ana Chata e Bauzinho

Ana Chata A ascensão à Pedra da Ana Chata proporciona a conquista do cume da menor, porém igualmente deslumbrante formação rochosa no complexo da Pedra do Baú, na Serra da Mantiqueira. A jornada se inicia com uma agradável caminhada por uma trilha encantadora, cercada por Araucárias e uma mata atlântica preservada.


Ao alcançar a base da pedra, na face Sul da montanha, inicia-se a escalada pela Via Ferrata da Ana Chata. Equipado com os devidos aparatos de segurança (não é obrigatório o uso, porém recomendo), o percurso envolve atravessar uma pequena caverna e ascender por uma escada, ou seja, uma trilha aberta na pedra com vergalhões chumbados na rocha, facilitando a passagem pelas seções mais verticais.


Ao atingir o cume, os aventureiros desfrutam de uma vista magnífica, contemplando um panorama de montanhas e vales, além da face esquerda pouco explorada e impressionante do Baú. Este local proporciona o cenário perfeito para relaxar, apreciar a paisagem e capturar fotos memoráveis.



Monumento Natural da Pedra do Baú

Bauzinho

A trilha que leva até o Bauzinho é a mais acessível da localidade, não exigindo nenhum equipamento técnico ou grandes esforços. No seu cume é possível observar uma bela vista da cidade de São Bento do Sapucaí e de parte da Pedra do Baú. É possível obter mais informações no vídeo a seguir.



Monumento Natural da Pedra do Baú


Dia 2: Pedra do Baú


A trilha da Pedra do Baú é, sem duvida, o passeio mais procurado em São Bento do Sapucaí, principalmente por ser a maior via ferrata do Brasil. Além dessa opção, que é mais acessível, existem diversas vias escaladas, inclusive, esse conjunto é considerado a meca do Brasil para escalada por possuir mais de 30 vias dos mais diversos níveis.


A trilha vai do estacionamento até a base da Pedra do Baú mas para acessar o cume tem a espetacular subida pela via ferrata da face norte, comumente conhecida como “escadinhas”. Ela possui uma extensão de aproximadamente 600m de percurso para chegar no topo com cerca de 300m de ascensão. No seu percurso, você passará por trechos verticais como escadas e também trechos horizontais de caminhada como corrimãos. É necessário o uso de equipamentos de segurança e agendamento.



Monumento Natural da Pedra do Baú




0 comentário

Quem escreve?

Fernanda Diva sorrindo sobre uma montanha de nevada

Fernanda Diva

Design sem nome (18).png

Sou montanhista, viajante, cientista, escoteira, nômade digital, criadora de conteúdo outdoor & fundadora da SOUL AVENTUREIRA. Falo aqui sobre trekking, camping, escalada, montanhas, cachoeiras, praias e muita informação sobre o universo outdoor. 
Acompanhe minhas aventuras
@soul.aventureira!

Aproveite os descontos!

Curso Vivências Outdoor

G0384793_1597165029915(1)_edited.jpg

Fique por dentro!

Seja avisado sobre novas aventuras! Prometo que você só vai receber conteúdo que vale a pena!

Obrigado(a) pela inscrição! Faça parte também da Comunidade Aventureira: clique aqui!

Informações, Equipos e Técnicas

1/3